“CUIDADO COM GRUPOS DE FACEBOOK QUE TRATAM DE CIDADANIA ITALIANA, SE PASSANDO POR “GRUPOS DE AJUDA”, MAS QUE NA VERDADE SÃO GRANDES REDES DE PESCA QUE MOVIMENTAM MILHÕES

A verdade, todos já sabemos: alguns desses grupos são verdadeiros, outros uma farsa. Eu fico imaginando tenho me perguntado: há grupos que são gerenciados 24 horas por dia. Pessoas se dedicam a eles. Pessoas largam suas vidas pessoais e se dedicam a esses grupos o tempo todo, todos os dias da semana, todos os meses, o dia todo, 365 dias do ano. Alguns grupos de Facebook que tratam de cidadania italiana possuem de 22 mil a 150 mil pessoas, além de uma estrutura organizacional e de controle complexa e cara.

Muitos se passam por grupo de ajuda, mas na verdade são um negocio lucrativo, um business. Basta fazer a conta: um contrato de assessoria hoje gira em torno de 5.000 euros, ou seja, 100 contratos num mês são 500 mil euros. Estamos falando de 2 milhões de reais por mês. Há grupos de Facebook que tratam de cidadania italiana, controlados por assessores, que se passam por grupo de ajuda e apoio, mas são na verdade uma grande “rede de pesca”. Neles, circulam milhões em negócios!

Esses grupos dominados por assessores e apoiadores laranja de assessores, controlam o mercado, fazem o que querem. Criam tendência, manipulam a informação e induzem a erro as pessoas. Dão às pessoas nesses grupos de Facebook de “ajuda e apoio” a impressão de que elas estão sendo ajudadas, mas na verdade elas estão sendo ali induzidas a contratar parceiros comerciais que prestam serviços na área de cidadania e que são parceiros comerciais dos donos desses grandes grupos.

Todos ganham muito com isso, todos são comissionados, ninguém trabalha de graça ou se dedica a alguma coisa, deixando de lado sua vida profissional e pessoal, para “ajudar”. É uma farsa! E pior, muitos assessores colocam nesses grupos pessoas que trabalham para eles com captação, que se passam por clientes, e que estão ali sempre elogiando o assessor, para dar uma falsa sensação de credibilidade e segurança.

Esse na verdade, como dito acima, é um grande business onde circula muito dinheiro. Normalmente, não são todos os casos e não podemos generalizar, mas a grande maioria dos administradores desses grupos de Facebook ou são assessores ou estão ligados a assessores que lhes pagam polpudas comissões.

Nesses grupos, assessores inescrupulosos também trabalham de forma criminosa para  destruírem a imagem de seus concorrentes. É um mercado podre, infelizmente, com algumas pessoas de bem, mas repleto de pessoas desonestas, indignas, inescrupulosas e esquemas ilícitos. É lamentável!

Enfim, estando nesses grupos de Facebook que tratam de cidadania italiana, desconfie sempre. Passe a observar o modus operandi. Se te chamarem in box para oferecer serviços fuja. Fazem muito isso! Se falarem muito mal de alguém: desconfie. Se falarem bem demais de alguém: desconfie. Lembre-se: ninguém larga sua vida e seus afazeres para ficar orientando pessoas 24 horas por dia, de graça ou sem segundas intenções.

Nesses grupos de Facebook que tratam de cidadania italiana, quase tudo é direcionado e arquitetado para enganar as pessoas. Possuem centenas de perfis falsos de assessores que se passam por clientes satisfeitos. A maioria deles, não todos! Existem para captar clientes e gerar negócios, num business que movimenta milhões.

Fique atento! Desconfie sempre de grupos de Facebook!

Roma 11 de Janeiro de 2018

Scarpelli dos Santos Reis, Luiz Gustavo,advogado e cidadão ítalo-brasileiro com atuação em cittadinanza italiana per i cittadini di ceppo italiano nati a l’estero (Brasile, Argentina e Stati Uniti) e legge sull’imigrazzione. Inscrito no Brasil nos Conselhos da Ordem dos Advogados de MG, SP, RJ, ES e GO. Membro e jurista do IAMG – Instituto dos Advogados de Minas Gerais, Brasil. Na Europa é Membro do Council of Bars and Law Societies of Europe. Na Italia è avvocato stabilito iscritto nell’Albo della Ordine Degli Avvocati di Roma e nell’Albo del Consiglio Nazionale Forense di Italia. Em Portugal é advogado inscrito no Conselho de Lisboa da Ordem dos Advogados Portugueses. Idealizador da “Corrente do Bem” que combate a pirataria e as máfias que atuam na ilegalidade no mundo da cidadania italiana, no Brasil e na Itália, e fundador do Curso on line Cidadania Italiana Legal, já tendo orientado gratuitamente mais de 1.000 (mil) pessoas.